Categorias
Big Data Cientista-chefe

Big Data de Fortaleza e o Programa Cientista Chefe são debatidos na Semana gLocal 2022

A semana de avaliação gLocal, lançada em 2019, é um evento anual dedicado ao compartilhamento de conhecimento e experiência sobre Monitoramento e Avaliação em todo mundo. Organizações de diversos países já sediaram cerca de 1.000 eventos nos cinco continentes e em diversos idiomas. 

Em 2022, a Prefeitura de Fortaleza, por meio do Instituto de Planejamento – IPLANFOR, realizou a Semana gLocal de Avaliação 2022 Fortaleza, nos dias 30 de maio a 3 de junho, no formato on-line com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube do Observatório de Fortaleza. 

O evento trouxe mesas redondas, palestras e o workshop com foco nos projetos desenvolvidos pela gestão municipal para aperfeiçoar o acompanhamento da implementação das políticas públicas locais. Na ocasião, técnicos e gestores públicos, profissionais de avaliação e especialistas se uniram a este movimento global para compartilhar conhecimentos e experiências neste campo com a população da cidade.

Big Data de Fortaleza e o Programa Cientista Chefe

 

Imagem: instagram.com/sglocalfortaleza/

 

O professor José Macêdo, coordenador do Insight Lab, esteve entre os palestrantes da Semana gLocal 2022 integrando a mesa “Big Data de Fortaleza e o Programa Cientista Chefe”, organizada pelo Instituto de Planejamento de Fortaleza.

Essa mesa se estruturou a partir da pergunta: como universidades e governos municipais podem se beneficiar mutuamente por meio de projetos conjuntos? O objetivo do debate foi mostrar a construção do Big Data de Fortaleza. O Programa Cientista Chefe e o Instituto de Planejamento de Fortaleza são responsáveis pela infraestrutura do Big Data, que pretende ser uma plataforma analítica capaz de predizer cenários contextualizados, capaz de oferecer evidências para a tomada de decisão de gestores municipais. Em 2017, o programa Cientista Chefe foi criado pela FAP (Fundação de Amparo à Pesquisa) do Estado do Ceará com o objetivo de auxiliar a gestão pública.

Participantes da mesa:

José Antônio Fernandes de MacêdoCientista-Chefe de Dados e Transformação Digital do Estado do Ceará. É professor do Departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará, mestre e Doutor pela PUC-Rio, realizou seu pós-doutorado na École Polytechnique Fédéral de Lausanne. 

Tarcisio PequenoPresidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Tarcísio é graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará (1970), Mestre em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1977) e Doutor em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1981).

Rossana Maria de Castro AndradeCientista-chefe de Planejamento da Prefeitura de Fortaleza. Possui doutorado em Computer Science pela University of Ottawa, mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Paraíba e graduação em Ciência da Computação pela Universidade Estadual do Ceará. É professora da Universidade Federal do Ceará, no Departamento de Computação.

Assista aqui Big Data de Fortaleza e o Programa Cientista Chefe:

Para acompanhar mais apresentações e debates que aconteceram durante a Semana gLocal de Avaliação 2022 Fortaleza, acesse: Observatório de Fortaleza – YouTube.

Categorias
Big Data Ciência de Dados Cientista-chefe

Plataforma Big Data Social é Apresentada no I Encontro de Tecnologia para o Desenvolvimento Social

A Secretaria do Planejamento e Gestão do Ceará (Seplag-CE), por meio da sua secretaria executiva do Planejamento e Orçamento, realizou, no dia 30 de maio, o I Encontro de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social. O evento realizado em  parceria com a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará (Secitece), aconteceu no auditório da Seplag.

Apresentação da Plataforma Big Data Social

Na ocasião, José Macêdo, cientista-chefe da Transformação Digital e coordenador do Insight Lab, apresentou a plataforma Big Data Social do Governo do Ceará e sua equipe de trabalho. Estavam presentes também os cientistas-chefes: Flávio Ataliba (Economia), Márcia Machado (Proteção Social) e Jorge Lira (Educação).

 

Imagem: Apresentação Big Data Social

Imagem: Apresentação Big Data Social

No evento foram apresentados os temas aplicados por meio da gestão pública que causaram impactos e estão contribuindo para o progresso social aliado ao advento da tecnologia e a popularização da ciência, e a formação de cidadãos sociais e culturais no contexto tecnológico.

Segundo Flávio Ataliba, secretário executivo do Planejamento e Orçamento da Seplag, o evento surgiu  para apresentar os resultados das pesquisas realizadas nas áreas citadas, além de servir como um momento rico para o compartilhamento de conhecimentos e de novas ideias.

Assista aqui a apresentação do professor Macêdo sobre a plataforma Big Data Social.

Apoiadores

O encontro também teve o apoio da Escola de Gestão Pública do Estado do Ceará (EGPCE) a Universidade Federal do Ceará (UFC), a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), o Laboratório de Inovação de Dados (ÍRIS), os Programas Cientistas Chefes, o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), a Secretaria da Proteção Social, Justiça Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos, a Secretaria da Educação e a Vice-Governadoria do Ceará.

Fonte: Seplag CE

Categorias
Cientista-chefe Supesp

José Macêdo, Coordenador do Insight Lab é Agraciado com a Medalha Ordem do Mérito Supesp

José Macêdo, cientista-chefe do Departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará (UFC), foi um dos 12 homenageados com a Medalha Ordem do Mérito no aniversário de quatro anos de fundação da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), ocorrido na tarde do dia 26 de maio na sede da Secretaria da Segurança e Defesa Social (SSPDS-CE).

Na ocasião, aconteceu a cerimônia de entrega da “Medalha Ordem do Mérito Supesp” que contou também com a presença de titulares e representantes vinculadas à secretaria de segurança, da vice-governadoria e convidados do programa Cientista-chefe, que é uma parceria entre o Governo do Ceará e a Universidade Federal do Ceará (UFC) por meio do Insight Lab.

A cerimônia teve a presença da banda Major Xavier Torres, da Polícia Militar do Ceará, além da exibição do vídeo institucional da Supesp, por meio do qual os convidados puderam conhecer melhor as diretorias, as gerências, as atividades e algumas ferramentas tecnológicas desenvolvidas.

 

José Macêdo fala sobre a medalha Ordem do Mérito Supesp

Uma das personalidades contempladas com a homenagem da Supesp, José Macêdo, fala sobre a honraria.

“Este evento serviu para comemorar o aniversário de 4 anos da SUPESP e agraciar profissionais que tem contribuído para a segurança pública do governo do Ceará. Fico muito feliz pelo reconhecimento ao meu trabalho como cientista-chefe da seguraça pública entre os anos de 2018-2020. Me sinto honrado e realizado em poder contribuir para melhorar a segurança pública do Estado do Ceará.”

 

Time Insight da esquerda para direita, Emanuele Santos, José Macêdo, Regis Pires, José Florêncio, Ticiane Linhares e Marianna Gonçalves.

 

Medalha Ordem do Mérito Supesp

Imagem: Supesp.ce.gov.br

A medalha é a primeira honraria outorgada pela Supesp e tem como objetivo condecorar personalidade civis, bombeiros militares, policiais civis e militares que, comprovadamente, tenham colaborado de forma emérita para o desenvolvimento das atividades próprias da Supesp, em ser referência nacional e internacional na realização de pesquisas, estudos e análises criminais com a missão de realizar projetos estratégicos para o fortalecimento da formulação das políticas de segurança pública do estado do Ceará.

 

Os homenageados

Em sua primeira edição, a honraria homenageou 12 personalidades. Além do Profº José Macêdo, cientista-chefe do Departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará (UFC) foram agraciados, o secretário da SSPDS, Sandro Caron; o secretário executivo da SSPDS, Samuel Elânio; o secretário executivo de Planejamento e Gestão Interna da SSPDS, Adriano Sales; o coronel comandante geral da Polícia Militar do Ceará, Márcio de Oliveira; o delegado geral da Polícia Civil do Ceará, Sérgio Pereira; o perito geral da Perícia Forense do Ceará, Júlio Torres; o coronel comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará, Ronaldo Roque de Araújo; o diretor geral da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará, Clairton de Abreu; a assessora especial da governadora do Ceará, Carla da Escóssia; o presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Tarcísio Haroldo Cavalcante Pequeno; e o assessor de Programas e Projetos da vice-governadoria, Régis Dantas Façanha.

 

Ação Solidária no aniversário de 4 anos da Supesp 

A campanha “Fazer o bem é dado positivo” continua recebendo doações. A ação solidária também faz parte da programação em alusão ao quarto ano de criação da Supesp e já arrecadou mais de 400 quilos de alimentos e 15 quilos de material reciclável. 

As doações beneficiarão famílias em situação de vulnerabilidade social, no bairro Bom Jardim, em Fortaleza, além de catadores registrados da Associação dos Agentes Ambientais Rosa Virgínia, do bairro Parque Santa Rosa, conveniados com o Departamento de Proteção Ambiental da UFC. 

“Fazer o bem é dado positivo” teve início no último dia 29 de abril e vai até o dia 30 de junho. As doações podem ser feitas na sede da Supesp (Av. Bezerra de Menezes, 581 – São Gerardo, Fortaleza-CE).

Fonte: Supesp

 

Categorias
Cientista-chefe Governo Segurança Pública Transformação Digital

Conheça o Programa Cientista-Chefe do Governo do Ceará

Você sabe o que é o programa Cientista-Chefe e qual a sua função na gestão pública? Conheça agora essa importante iniciativa que alia Universidade e Governo.

Em suma, o programa Cientista-chefe é uma iniciativa da  Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) juntamente com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e o governo do estado do Ceará. Assim, o projeto é composto por pesquisadores e cientistas que atuam em secretarias e órgãos estratégicos do Governo do Estado do Ceará.

Inicialmente, o intuito da equipe de pesquisadores e cientistas é proporcionar à população uma melhoria nos serviços públicos e assim, na qualidade de vida da população através de novas tecnologias e aprimoramento de serviços existentes.

O programa é inspirado em modelos de sucesso fora do país, por exemplo, os Estados Unidos que possuem o programa Office of Chief Scientist. Assim como o projeto cearense, o escritório americano tem o papel de fornecer contribuições científicas, além de estabelecer o vínculo entre o conhecimento científico produzido nas universidades e o poder público. 

Como resultado do excelente trabalho desenvolvido pelo projeto, no início de 2021 o governador do Ceará, Camilo Santana, sancionou o projeto de lei que regulamenta e, assim, torna o programa Cientista-Chefe uma política de Estado.

Áreas de atuação 

Cada área é coordenada por um cientista-chefe, indicado após avaliação de critérios como produção científica, formação e ligação com núcleos de pesquisa de alto nível. A classificação foi realizada de acordo com a Capes para especificar cursos de excelência em instituições cearenses. Desse modo, o programa atua em áreas estratégias da gestão pública como:

  1. Dados e Transformação Digital
  2. Saúde, 
  3. Segurança Pública,
  4. Educação, 
  5. Ciência de Dados, 
  6. Energia, 
  7. Infraestrutura Viária, 
  8. Pesca e Aquicultura, 
  9. Recursos Hídricos, 
  10. Proteção Social, 
  11. Ecossistema de Inovação, 
  12. Meio Ambiente, 
  13. Aquicultura e Pesca Artesanal, 
  14. Judiciário,
  15. Agricultura e 
  16. Economia.

Fonte: ceara.gov.br

Cientista-chefe no Insight

Além de ser coordenador do Insight, José Macêdo é também o cientista-chefe na área de Dados da Transformação Digital do Governo do Ceará e professor associado do Departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará (UFC). Macêdo, que também já foi cientista-chefe da área de Segurança é mestre e doutor pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) realizou seu pós-doutorado na EPFL com a pesquisa: Processamento de Dados em Larga Escala em Nuvens Computacionais.

O programa cientista-chefe atua na Casa Civil com o projeto de Transformação Digital em parceria com o laboratório Íris – Laboratório de Inovação e Dados. Juntos, o Íris e o programa Cientista-chefe desenvolvem ações para acelerar a digitalização de serviços públicos do governo cearense.

Benefícios do Programa à sociedade

O projeto Cientista-chefe na área de segurança pública tem como objetivo, principalmente, realizar estudos científicos para aplicar soluções tecnológicas de identificação humana (civil e criminal) e veicular. Dessa forma, um dos  principais resultados é a plataforma Big Data para integração de dados. Ou seja, um ambiente onde materiais como vídeos, áudios, imagens e dados de redes sociais são analisados em tempo real.

As iniciativas têm relação direta com os resultados positivos obtidos pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), como redução no número de homicídios, roubos de veículos e assaltos. Além disso, os sistemas de inteligência ajudam a rastrear as atividades do primeiro e do segundo escalões do crime organizado, que hoje representam um dos maiores desafios para a área de segurança do Brasil.

Com o mesmo intuito de combater a criminalidade O Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), ferramenta criada pela SSPDS em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Insight permite fazer a leitura de placas veiculares e identificar veículos furtados, roubados e clonados. A ferramenta é um forte aliado nas atuações das forças de segurança contra as ações criminosas e nas reduções dos índices criminais. Em 2018, Fortaleza registrou a maior redução no número de roubos de veículos desde 2011 com uma redução de 16,3%. Nesse mesmo ano mais de 92% dos carros e motos subtraídos em ações criminosas foram recuperados pelas forças de segurança em todo o território cearense.

Fonte: Governo do Ceará e O Povo.